sábado, 25 de abril de 2009

Dentro e fora...


A pergunta foi tão simples quanto isto:

"O que se vê melhor: o que está por dentro ou por fora?"

A resposta foi, como é óbvio: "O que está por fora!"

A pergunta seguinte foi ainda melhor:

"O que é mais importante: o que está por dentro ou por fora?"

A resposta foi o que se esperava:

"O que está por dentro!"
Se o importante é que o está por dentro, porque é que reparamos sempre no que está por fora?

Talvez façamos isso devido à condição em que vivemos: vivemos numa sociedade que se alimenta das aparências, numa sociedade que vive de aparências! Não importa a capacidade da pessoas, mas sim aquilo que está por fora, como as bolachas: até podem ser muito boas mas se o pacote não for muito apelativo não compramos as bolachas...
P.S- As perguntas que escrevi em cima foram feitas a crianças.

4 comentários:

Giovana disse...

:-)

Uma sociedade que valoriza o que está por fora não consegue voltar-se para o que está por dentro. Porque, simplesmente, o interior não existe.

E o "vazio" é triste.

Um beijo!

GANDALF disse...

O maior exemplo que temos recentemente de que o julgamento exterior esta carregado de erros e preconceitos foi o da mulher Inglesa que foi á pouco tempo a um concurso de canções e que só por ser mais "velha" e ter um ar desleixado,segundos os padrões ja estava a ser julgada mesmo antes de abrir a boca...mas quando o fez,ENCANTOU, e deixou sem palavras quem minutos antes se preparava para arrasar a mesma

Qualquer Vida disse...

Infelizmente a maioria das vezes se dá um valor maior ao exterior, não sabendo o quanto aquelas pessoas sao lindas e merecedoras de carinho, atenção! Não há de se comparar dentro e fora, na verdade é necessário que se conheça a pessoa por completo, somente assim poderá oferecer uma análise coerente do que ela realmente é.
Conheça as pessoas! Aprecie a beleza e mergulhe no seu interior....

Jorjante disse...

Não posso estar mais de acordo contigo! :)

Há pessoas que não sei realmente o que querem da vida e muito mau que possa parecer não têm amor dentro delas!

Acredito que um dia mais tarde se venham a arrepender com os ensinamentos da vida..... mas aí, pode ser tarde de mais!

Existem sempre escolhas na vida! Cabe a cada um de nós, tentar fazer a escolha certa!


Beijinhos